3.4.08

4 de Abril de 2008

14h - 15h: O Povo Cigano faz parte, desde há seculos, do imaginário português, porém ele tem para muitos de nós tanto de desconhecido quanto de complexo.
Nesta hora vamos falar sobre a comunidade cigana (tradições, hábitos, qual a dimensão da comunidade cigana em Portugal...). Já reparou que algumas lojas estão "decoradas" com sapos?O objectivo (dizem) é afastar os ciganos.
Sérgio Aires é sociólogo, trabalhou na Rede Europeia Anti-Pobreza e promoveu vários projectos nacionais e europeus sobre as Comunidades Ciganas.
Que sentido fazem os estereótipos que rodeiam esta comunidade? As suas tradições e hábitos são desconhecidos porque o povo cigano não se deixa conhecer ou por falta de interesse das outras comunidades? Estes são alguns dos temas para a conversa com Sérgio Aires.

15h - 16h: Aos 17 anos o pianista Pedro Pereira já ganhou várias competições nacionais e internacionais de música. No início do ano Pedro Pereira esgotou a Casa da Música.
No ano passado este jovem pianista venceu quatro concursos internacionais de música, prémios que fizeram com que fosse convidado pela European Union of Music Competitions for Youth a participar em Festivais de Música em diferentes cidades Europeias.
Pedro Pereira vai estar na TSF.
No dia 8 de Abril Pedro Pereira vai dar um recital no Teatro Nacional D. Maria II (Lisboa).

16h - 16:30h: Bombons de chocolate biológico negro com mel biológico, bombons com azeite virgem ou com vinho tinto, trufas de chocolate de leite com alecrim, bombons de aguardente medronho... são algumas das muitas variedades de chocolates artesanais produzidas na Mestre Cacau. Esta empresa/loja (sedeada em Beja) fabrica chocolates e bombons artesanais.
O repórter Carlos Júlio foi até à Mestre Cacau, conversou com os proprietários Célia Dias e João Dias que explicaram como são confeccionados estes bombons e o que os distingue.

3 comentários:

Duartaranha disse...

Vim parar a este blog com a notícia da TSF. Vejo que este blog tem muita informação, tal como a TSF.

Visita o meu blog:-)

DUARTARANHA:)

Anónimo disse...

Peça muitíssimo interessante sobre a Mestre Cacau.
As coisas que vocês descobrem por este país fora!
Admirou-me o empreendorismo de abrir uma fábrica de chocolate artesanal em pleno Baixo Alentejo.

Ainda pode ser que haja esperança para este país: Há vida para além do deficit, já dizia o nosso "ex".

Não sou muito destas "coisas de blogs", mas parabéns TSF, parabéns "Mestre Cacau".

jpmeneses disse...

Exactamente; como diz o nosso slogan, «Porque há sempre outras ideias e outros protagonistas que podiam ser notícia...»

obrigado